Femitáxi, o app de táxi exclusivo para mulheres

8 de março de 2017
femitaxi: o app de táxi exclusivo para mulheres - logo e celular

Mesmo com a popularidade de aplicativos de transporte individual, como Uber e Cabify, a insegurança para o público feminino é grande. Diante dessa realidade e de inúmeros casos de abuso, surgiu o Femitáxi, um aplicativo de táxi que oferece o serviço exclusivamente para mulheres. 

Segundo uma pesquisa realizada pelo Datafolha a pedido do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, somente no ano passado 503 mulheres foram vítimas de agressão física a cada hora no Brasil, número que representa 4,4 milhões de brasileiras.

O Femitáxi foi lançado em dezembro de 2016 depois de inúmeras reclamações de mulheres sobre o mal comportamento de taxistas: pedido do número do telefone, comentários desagradáveis e até assédio sexual. Até agora, mais de 10 mil pessoas já aderiram ao aplicativo.

A plataforma oferece um serviço personalizado, no qual somente mulheres podem ser atendidas e existem apenas motoristas do sexo feminino. O Femitáxi está disponível em São Paulo e Belo Horizonte, porém o objetivo é expandir para Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre e quem sabe até oferecer o serviço internacionalmente.

Segundo informações da própria empresa, 56% das mulheres preferem taxistas do sexo feminino. Isso explica o propósito de criação do aplicativo. Além desse fator, as mulheres taxistas representam menos de 10% da frota, porém as clientes correspondem a 48% dos usuários.

As motoristas passam por um criterioso processo de seleção, no qual são analisados os documentos necessários e ainda há a necessidade de alvará e verificação de antecedentes criminais. Elas são treinadas e oferecem o serviço em carros completos e aconchegantes. Além de solicitar uma corrida em tempo real, também é possível fazer agendamento de viagens.

O aplicativo foi desenvolvido em parceria com o SIMTETAXI – Sindicato dos Motoristas nas Empresas de Táxi do Estado de São Paulo. Portanto, não é permitido cadastro de motoristas particulares, apenas aqueles regularizados segundo as leis de cada município.

Se você se interessou pelo assunto e quer trabalhar para a plataforma, acesse o portal e saiba como se cadastrar.

 

 

Comments

comments

Clique aqui para comentar

Deixe um comentário:


Receba as últimas notícias do mercado de informação!